Boa Juventude

Quantos 18 anos você tem?

De quem ferve, as palavras vem

Num pulo me desmonto no obscuro

Sigo o trem das 7 horas

Meu meio-dia é noturno

 

Ignoro os sinais

Mas reconheço: Um dia seremos pais

Sem pé atrás, me desarmo pra você

No bolo glacê

 

No meio da verdade, uma mentira

C’est tout faux

Fazer o que, né, meu amô?

 

No ritmo e poesia

Teu andar é um balde de água fria

Vai e vem, escorre pela pia

Fico e vou, vou ou fico

Dá azia essa dança vazia

 

Corro em círculos

De miúdo em miúdo, de assunto em assunto

Assisto esse circo, não participo

38 é o nome do meu pico

Deslizo pelos ciclos, porém só atendo pelo fixo

+18… Me trucido

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s